Sandra Loffreda
Temporais
Ivan Lins

Sempre viveram no mesmo barco
Foram farinha do mesmo saco
Da mesma marinha, da mesma rainha
Sob a mesma bandeira
Tremulando no mastro
E assim foram seguindo os astros
Cortaram as amarras e os nós
Deixando pra trás o porto e o cais
Berrando até perder a voz
Em busca do imenso,
Do silêncio mais intenso
Que está depois dos temporais
E assim foram seguindo em frente
Fazendo amor pelos sete mares
Inchando a água de alga e peixe
Seguindo os ventos
As marés e as correntes
O caminho dos golfinhos
A trilha das baleias
E não havia arrecifes
Nem bancos de areia
Nem temores, nem mais dores
Não havia cansaço
Só havia, só havia azul e espaço
Temporal - Aquarela - 2010
Bejocas serenas e dias de sol!
3 Responses
  1. Angela Says:

    Nossa essa aquarela expressou tão bem um temporal, senti até o barulho do vento nas árvores!Flor um excelente final de semana!Bjo


  2. Will Says:

    Doce San,

    Sua aquarela lembrou-me 'Noite Estrelada' do Van Gogh, será por que, heim? rsrs

    A letra do Ivan é de um navegar majestoso.


  3. Eva Says:

    Eu amo passar por aqui Sandrinha, tudo é poesia, essa música de Ivan Lins é belissima, sua aquarela é perfeita, bjos minha amiga,final de semana cheio de luz e cores para você.


Postar um comentário