Sandra Loffreda
"Eu me aprecio bem mais do que costumo;
contigo no coração, valho mais que eu mesmo,
como pedra que depois de talhada,
vale mais que pedra bruta.
Ou como folha de papel, escrita ou pintada,
é mais apreciada que um pano qualquer,
assim me tornei, desde que alvo me fiz
marcado por tua face, e não me queixo.
Seguro com tal marca, vou a qualquer lugar,
como quem se carrega de armas e sortilégios,
que todo perigo afugenta.
Protegido contra água e contra fogo,
com teu emblema, ilumino qualquer cego
e com minha saliva curo todo veneno."
Michelangelo

Bejoconas estaladas!
1 Response
  1. Will Moa Says:

    Sublime harmonia entre o transbordar de intimidade nas palavras e no teu talento artístico com as cores...

    Ótima sexta-feira para você, Sandra!


Postar um comentário